Compulsão alimentar: o que é, causas e tratamento

agosto 11, 2020 0
Compulsao-alimentar-Clinica-Salute-Care.jpg

A compulsão alimentar é a necessidade de consumir alimentos em grandes quantidades mesmo sem estar com fome. Esse transtorno alimentar pode trazer sensação de tristeza, culpa e isolamento social, diminuindo o bem-estar físico e mental da pessoa.

Sem tratamento adequado, esse problema pode levar ao surgimento de doenças mais sérias, como obesidade e diabetes. 

Quer saber mais sobre essa condição e descobrir qual é o tratamento ideal para controlar os sintomas e elevar a qualidade de vida? Siga a leitura!

O que é compulsão alimentar?

Considerada um distúrbio alimentar, a compulsão alimentar se caracteriza pela ingestão exagerada de alimentos mesmo sem a pessoa sentir fome ou necessidade física do alimento.

Geralmente, quem sofre com esse problema não consegue controlar a necessidade de comer em grandes quantidades em pouco tempo. 

Esses episódios de compulsão também são comuns quando a pessoa apesar de se alimentar e estar satisfeita ou estufada, continua comendo.

Para ser considerada compulsão alimentar, é preciso que esses episódios ocorram pelo menos duas ou mais vezes por semana.

O que pode causar o transtorno?

Dietas inadequadas

Dietas sem acompanhamento de um especialista, inadequadas e muito rígidas podem desencadear a compulsão alimentar

Deixar de comer ou cortar muitos alimentos de uma só vez sem orientação nutricional, pode deixar a pessoa deprimida e essa sensação  de desânimo e de privação faz com que o desejo por comidas aumente, principalmente as que não se podem comer com a dieta que foi estabelecida.

Além disso, o problema não está apenas cortar da alimentação  coisas gostosas que você aprecia comer. Existe também uma influência biológica por trás de tudo isso: o corpo precisa de inúmeros nutrientes. 

Entre eles estão os carboidratos, açúcares e gordura, os primeiros a serem restritos em dietas feitas por conta própria.

Quando o corpo fica muito tempo (horas, dias e semanas) sem ingerir esses nutrientes, o cérebro capta essa mensagem dessa falta e se prepara para garantir a “sobrevivência”, podendo levar ao consumo compulsivo quando esses alimentos passam a ser ingeridos novamente.

Conforto emocional

Mudanças emocionais como términos  de relacionamento, situações de aflição e angústia estão ligados a compulsão alimentar. Quando a comida é utilizada como suporte emocional, tende-se a descontar as frustrações, tristeza, estresse na alimentação;

Depressão, ansiedade, baixa autoestima e traumas também podem desencadear quadros de transtorno alimentar. 

Há ainda, situações em que a pessoa desenvolve o distúrbio em situações de comemoração e euforia, consumindo alimentos que gosta quando recebe uma notícia positiva ou consegue cumprir uma meta.

Problemas com a própria imagem

Não estar satisfeito com a aparência do próprio corpo é um dos fatores de risco da compulsão alimentar. Esse problema é mais comum entre adolescentes e jovens pois a estrutura emocional ainda está em formação.

Tentar constantemente se encaixar nos padrões de beleza também pode levar ao desenvolvimento de outros problemas alimentares como bulimia e anorexia.

O tempo todo, nas redes sociais e mídia, surgem novas dietas seguidas por modelos e atrizes, na maioria das vezes muito magras, associando magreza à saúde. No entanto, essa é uma ideia distorcida de corpo saudável e a privação de comida com o objetivo de emagrecer pode gerar episódios de compulsão.

Principais sintomas

A compulsão alimentar pode afetar a aparência física, ter consequências emocionais e impactar severamente na interação social da pessoa. 

Isso porque é comum que indivíduos que estão passando por esse problema não mantenham vida social ativa por vergonha ou medo do descontrole alimentar na frente de outras pessoas, como familiares e amigos.

Entre os principais sintomas dessa doença estão: 

  • Comer mais rápido que o normal; 
  • Alimentar-se quando não está com fome ou continuar comendo mesmo saciado; 
  • Comer escondido; 
  • Sentir-se triste ou culpada (o) por estar comendo.

Quais são os riscos associados à compulsão alimentar?

Pessoas com o transtorno têm maior risco de desenvolver problemas como:

  • Colesterol alto;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Problemas vasculares;
  • Obesidade;
  • Gastrite;
  • Transtornos alimentares como bulimia;
  • Transtornos de humor.

O tratamento ideal para a doença deve ser feito com o acompanhamento de profissionais especialistas.

Tratamento multidisciplinar

Para realizar o tratamento adequado e obter excelentes resultados no tratamento da compulsão alimentar, o ideal é que ele seja multidisciplinar, ou seja, em equipe.

Nestes casos, e nos demais distúrbios alimentares, o paciente pode receber acompanhamento de um psicólogo e nutricionista.

O tratamento psicológico é importante para que o paciente trabalhe sua mente e entenda melhor sobre si e todos os gatilhos que podem estar associados ao transtorno. Após isso, é possível estabelecer estratégias de controle.

Depois de trabalhar a mente, é fundamental buscar um plano alimentar. Desse modo, o nutricionista junto ao paciente, pode ajustar e elaborar o planejamento para uma alimentação conforme as suas necessidades.

Uma dieta rica em todos os nutrientes é essencial para controlar o distúrbio e elevar a qualidade de vida e bem-estar do paciente. É comum que a dieta seja combinada com atividades físicas, como caminhadas, meditação e yoga.

Conte com a Salute Care

Há mais de 9 anos, a Clínica Salute Care é composta por uma equipe multidisciplinar, qualificada e especializada para realizar abordagens clínicas, diagnósticos e tratamentos de forma íntegra e humanizada, prezando o conforto e bem-estar dos pacientes.

Esperamos você, entre em contato pelos números: (11) 4762-1190 |  (11) 4312-0290 ou pelo WhatsApp: (11) 95328-0551 | (11) 97508-1855 e agende sua consulta! Se preferir, clique aqui e agende pelo nosso site.


Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Há mais de 9 anos no mercado, tratamos nossos pacientes de forma humanizada e acolhedora, com o comprometimento de elevar sua qualidade de vida.

Trabalhe Conosco

Responsável Técnica: Ana Beatriz de Almeida Cezar CRP06/69978

AVISO: Este site tem caráter meramente informativo e não substitui as orientações fornecidas pelo seu médico.

Endereços e contatos

Psicologia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psiquiatria e Acupuntura
Rua Salvador Marins, 71
Vila Vitória CEP:08730-190
Mogi das Cruzes/SP

Fisioterapia e RPG
Rua Ipiranga, 1105
Jardim Santista CEP: 08730-000
Mogi das Cruzes/SP

Telefone: (11) 4762-1190 / (11)4312-0290

WhatsApp: (11) 95328-0551 / (11) 97508-1855

E-mail: [email protected]

Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido pela KOS - Marketing em Saúde

Open chat