Depressão de inverno: entenda como o frio pode mudar o humor

junho 30, 2020 0
Depressao-de-inverno-entenda-como-o-frio-pode-mudar-o-humor-Blog-Clinica-Salute-Care.png

Segundo um estudo realizado no Departamento de Psicologia Médica, da King’s College/Universidade de Londres, em países tropicais como o Brasil, uma média de 1% da população é afetada pela depressão de inverno.

Parece pouco, não é mesmo? Porém, essa porcentagem equivale a quase 2 milhões de pessoas.

Este transtorno pode durar meses ou ser recorrente, em ambos os casos, a capacidade funcional do indivíduo é afetada seja no trabalho, escola ou em tarefas domésticas.

No post de hoje, vamos descobrir um pouco mais sobre a depressão de inverno, seus principais sintomas e porque ela acontece. Boa leitura!

O que é depressão de inverno?

A depressão de inverno, conhecida também como transtorno afetivo sazonal, é um distúrbio que ocorre nas estações em que há menos luz solar, ou seja, devido aos dias mais curtos e noites mais longas. Por isso, os sintomas tendem a surgir no outono, prolongando-se pelo inverno.

Quem sofre com esse tipo de depressão, geralmente apresenta alterações no humor e sono. Em alguns casos, a pessoa pode dormir demais e em outros, apresentar insônia, variações no apetite, cansaço, fraqueza, falta de motivação para sair da cama, entre outros.

A perda de interesse por atividades comuns do dia a dia, como sair, trabalhar e praticar atividades físicas também são comuns, assim como distúrbios emocionais, irritabilidade e isolamento social.

Não é comum, porém, este tipo de depressão também pode ocorrer durante a primavera e verão.

Como identificar a depressão sazonal?

Mais comum entre as mulheres, as crises depressivas de inverno apresentam características que contribuem para o diagnóstico. Além dos sintomas citados acima, a depressão de inverno também apresenta: 

  • Vontade de dormir mais tempo
  • Dificuldade de concentração
  • Diminuição do impulso sexual
  • Baixa autoestima
  • Apatia 
  • Dores no corpo
  • Aumento do peso
  • Ansiedade

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, estima-se que cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem com algum tipo de depressão. Veja a seguir porque a depressão de inverno está relacionada a estação mais fria do ano.

Por que acontece?

Não existe um fator desencadeante ou uma causa explícita que explica o surgimento do transtorno, mas, acredita-se que a depressão de inverno está relacionada com a luminosidade. 

Isso ocorre porque no outono e inverno a órbita da Terra aproxima-se do Sol, mas o eixo da Terra se inclina para longe dele, fazendo com que os dias pareçam mais curtos devido a falta de iluminação.

Em outra palavras, é possível que a depressão ocorra pela falta de luz solar, uma vez que ela tem grande influência no relógio biológico do ser humano. Nos dias cinzas, quando o organismo sente falta de luz, há uma quebra na produção de serotonina, conhecido como hormônio da felicidade.

Esse hormônio afeta diretamente o humor, por isso, quanto menos serotonina no organismo, maior são as chances do indivíduo apresentar quadros de tristeza e depressão. 

Além disso, a falta de exposição solar influencia na melatonina, hormônio produzido durante o sono, que devido a pouca luz natural aumenta e se transforma em fadiga e falta de energia.

Tratamento 

Existem tratamentos eficazes para o transtorno afetivo sazonal. É importante compreender que somente com a orientação através do profissional de saúde, como o psicólogo, é possível obter resultados positivos.

Tratamentos como ativação comportamental terapia cognitivo-comportamental ou medicamentos antidepressivos, que só podem ser receitados por médicos, são os mais usados em quadros depressivos.

Assim como a psicoterapia interpessoal, onde por meio de uma abordagem altamente estruturada, o paciente consiga aprender a lidar com as alterações comportamentais em busca do equilíbrio emocional.

Lembre-se: os tratamentos variam de paciente para paciente, quem pode indicar o melhor plano de ação contra a depressão de inverno são os profissionais da saúde.

Conte com a Salute Care

Há mais de 9 anos, a Clínica Salute Care é composta por uma equipe multidisciplinar, qualificada e especializada para realizar abordagens clínicas, diagnósticos e tratamentos de forma íntegra e humanizada, prezando o conforto e bem-estar dos pacientes.

Se você se identificou com a leitura ou com os sintomas descritos, procure ajuda de um profissional. Esperamos você, entre em contato pelos números: (11) 4762-1190 /  (11) 4312-0290 ou pelo WhatsApp: (11) 95328-0551 / (11) 97508-1855 e agende sua consulta! 

Se preferir, agende pelo nosso site clicando aqui. 


Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Há mais de 9 anos no mercado, tratamos nossos pacientes de forma humanizada e acolhedora, com o comprometimento de elevar sua qualidade de vida.

Responsável Técnica: Ana Beatriz de Almeida Cezar CRP06/69978

AVISO: Este site tem caráter meramente informativo e não substitui as orientações fornecidas pelo seu médico.

Endereços e contatos

Psicologia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psiquiatria e Acupuntura
Rua Salvador Marins, 71
Vila Vitória CEP:08730-190
Mogi das Cruzes/SP

Fisioterapia e RPG
Rua Ipiranga, 1105
Jardim Santista CEP: 08730-000
Mogi das Cruzes/SP

Telefone: (11) 4762-1190 / (11)4312-0290

WhatsApp: (11) 95328-0551 / (11) 97508-1855

E-mail: [email protected]

Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido pela 

Open chat