Gagueira infantil é normal?

julho 22, 2020 0
Gagueira-infantil-e-normal-Blog-Clinica-Salute-Care.jpg

Tipicamente, a gagueira tem origem na infância. A maioria das crianças que apresentam esse problema na fala, começam a dar indícios de que algo não está certo em torno de 2 anos a 3 de idade.

Segundo o Instituto Brasileiro de Fluência, o transtorno atinge cerca de 5% da população brasileira. E você sabe o que isso significa? Que quase 10 milhões de pessoas sofrem com a gagueira durante o desenvolvimento da linguagem no Brasil. 

Já a prevalência desse problema, chega a 1%, ou seja, cerca de 2 milhões de pessoas convivem com a gagueira a vida inteira. 

Aproximadamente, 95% das pessoas que apresentam o transtorno começam a ter dificuldades na fala antes dos 5 anos de idade.

Você tem notado seu filho se enrolar nas palavras, lutando para verbalizar fluentemente? Isso pode ser indício de gagueira infantil! No post de hoje, vamos falar um pouco mais sobre este transtorno, como ele se manifesta e quais são suas causas. Boa leitura!

O que é gagueira infantil?

A gagueira infantil é um transtorno da comunicação que afeta diretamente a capacidade de fluência da fala causando interrupções e dificuldade de verbalização devido a falhas na programação motora temporal da pessoa.

Essas falhas na programação motora ocasionam a diminuição do ritmo de fala e pode ser acompanhada de distorções faciais e corporais devido ao esforço motor do corpo para falar.

Não é comum uma pessoa começar a gaguejar na adolescência ou na idade adulta. Geralmente, a desordem inicia na primeira infância, quando o indivíduo começa a desenvolver a fala.

Neste período, é comum notar que a criança sabe exatamente o que quer dizer, porém, tem dificuldade para pronunciar. Sendo assim, se o problema persistir por mais de seis meses, o correto é procurar ajuda de um especialista.

Principais sintomas

Quando a criança produz dificuldade de fluência, existem algumas hesitações na hora da fala como: pausas silenciosas, irritabilidade e ansiedade ao verbalizar. Outros sintomas comuns em crianças que sofrem com o distúrbio são:

  • Excesso de tensão para produzir uma palavra;
  • Redução da capacidade de se comunicar;
  • Dificuldade para iniciar uma palavra;
  • Pausas longas entre uma sílaba e outra;
  • Repetição de sons e sílabas.
  • Movimentos motores involuntários como: tensões faciais, tremores de lábios, mandíbula, piscar de olhos, entre outros;

A seguir, descubra os principais fatores de risco que podem desencadear a condição.

Fatores de risco

Alguns fatores aumentam as possibilidades da criança desenvolver gagueira, como o histórico familiar. Acredita-se que a genética é o maior preditor para uma criança desencadear o problema na fala.

Outro fato muito importante, é que a gagueira infantil é mais comum entre os meninos. Ou seja, quem é do sexo masculino têm maior probabilidade de desenvolver o transtorno nos primeiros anos de vida. Estima-se que os meninos apresentam de três a quatro vezes maior propensão a gagueira.

Atenção: é importante ficar alerta a idade de início! Aquela história: “É uma fase, logo passa”, não deve ser levada em consideração, ainda mais quando os sintomas se estendam. Em crianças que apresentam o transtorno depois dos quatro anos, as chances de gagueira permanente são maiores.

Distúrbios de fala e linguagem pré existentes também aumentam a probabilidade da criança gaguejar.

Tratamento

Como em qualquer diagnóstico precoce, as chances de um tratamento mais rápido e eficaz aumentam consideravelmente. 

No caso da gagueira infantil, não é diferente, quando evidenciada nos primeiros meses e ainda na infância, entre dois e três anos, o processo da formação da linguagem ainda está em desenvolvimento, o que facilita muito o tratamento.

Nestes casos, o fonoaudiólogo é o profissional mais indicado para realizar a avaliação e tratamento do transtorno da fala. É importante compreender que esse tratamento é altamente individualizado e se baseia na avaliação completa da fluência da fala da criança.

Fatores como linguagem, componentes emocionais e traumas também são avaliados durante o tratamento. 

Portanto, se você precisa de ajuda, o ideal é procurar um fonoaudiólogo especializado em fluência, caso a gagueira estender-se ou a criança apresentar os sintomas citados acima.

Conte com a Salute Care

Há mais de 9 anos, a Clínica Salute Care é composta por uma equipe multidisciplinar, qualificada e especializada para realizar abordagens clínicas, diagnósticos e tratamentos de forma íntegra e humanizada prezando o conforto e bem-estar dos pacientes.

Esperamos você, entre em contato pelos números: (11) 4762-1190 /  (11) 4312-0290 ou pelo WhatsApp: (11) 95328-0551 / (11) 97508-1855 e agende sua consulta! Se preferir, clique aqui e agende pelo nosso site.


Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Há mais de 9 anos no mercado, tratamos nossos pacientes de forma humanizada e acolhedora, com o comprometimento de elevar sua qualidade de vida.

Responsável Técnica: Ana Beatriz de Almeida Cezar CRP06/69978

AVISO: Este site tem caráter meramente informativo e não substitui as orientações fornecidas pelo seu médico.

Endereços e contatos

Psicologia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psiquiatria e Acupuntura
Rua Salvador Marins, 71
Vila Vitória CEP:08730-190
Mogi das Cruzes/SP

Fisioterapia e RPG
Rua Ipiranga, 1105
Jardim Santista CEP: 08730-000
Mogi das Cruzes/SP

Telefone: (11) 4762-1190 / (11)4312-0290

WhatsApp: (11) 95328-0551 / (11) 97508-1855

E-mail: [email protected]

Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido pela 

Open chat