Depressão Infantil: como identificar?

junho 27, 2021 0
depressao_infantil_clinica_salute_care_blog-1.jpg

É muito comum ouvir falar em jovens e adultos com depressão, principalmente em decorrência de diversas responsabilidades, afazeres, inseguranças pessoais e sociais. No entanto, ao contrário do que muitos pensam, a depressão infantil também pode ocorrer e é possível de ser identificada através de alguns sinais.

A manifestação da depressão na infância nem sempre é fácil de identificar. Devido ao fato de a criança estar em desenvolvimento, os pais podem deixar algumas atitudes dos filhos passarem despercebidas e as entendendo como parte desse processo. Além disso, a princípio, algumas crianças costumam se manter em silêncio sobre os seus sentimentos, devido ao fato de não possuírem o mesmo entendimento que um adulto têm sobre suas emoções.

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a depressão acomete cerca de 0,2 a 8% das crianças em todo o mundo. Por isso, antes de tudo, é muito importante que os pais, responsáveis, professores e pessoas do convívio social da criança estejam atentos ao comportamento da criança.

Acompanhe o conteúdo que preparamos e conheça os sintomas da depressão infantil.

Como saber se a criança tem depressão infantil?

Os sinais da depressão em crianças, são bem diferentes dos sinais apresentados em adultos. Por terem uma maior dificuldade de expressar os sentimentos, muitas crianças acabam somatizando a doença, o que resulta em dores em diversas partes do corpo.

É comum que a criança se torne mais quieta e se mantenha mais isolada. Além disso, é comum que ocorra uma oscilação frequente nas emoções, fazendo com que o seu comportamento se torne confuso, principalmente para os pais, que na maioria das vezes encaram este comportamento como “apenas uma fase” ou “birra”, nos momentos em que a criança se mostra mais irritada.

A apresentação de sintomas pode variar muito de acordo com a criança e a sua personalidade. Os sintomas podem ser facilmente confundidos com outras doenças ou transtornos, como o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade), por exemplo.

Depressão infantil: 5 sinais de alerta

Como já citado anteriormente, o comportamento das crianças com depressão pode oscilar constantemente. Ora podem estar correndo e brincando agitadas pela casa, ora querem se isolar de tudo e todos e ficam introspectivas. Há alguns sinais de mudanças no comportamento da criança que podem ajudar a identificar que algo não vai bem. Veja quais são eles.

Mudança nos hábitos alimentares

Neste caso, a criança pode tanto se alimentar em excesso, quanto evitar a comida. Se os pais notarem que o filho tem evitado alguns pratos com frequência ou ingerido uma quantidade muito maior do que o habitual, é importante ficar alerta e compreender as possíveis razões para este comportamento.

Irritabilidade

A irritabilidade é um sintoma comum da depressão. Na infância, ela pode se manifestar através de algumas atitudes, como: responder aos pais com frequência, fazer escândalos por simples vontade de contrariar ou gritar.

Atividades diárias como escovar os dentes ou até mesmo arrumar os brinquedos, também podem deixar a criança irritada.

Problemas relacionados ao sono

A depressão infantil também pode causar dificuldades no sono. A criança rola na cama e não consegue dormir, ou se levanta várias vezes durante a noite. Essa falta de descanso também pode contribuir ainda mais para a irritabilidade.

O contrário também pode ocorrer. A criança pode dormir em excesso e sentir mais sono durante o dia.

Baixo desempenho escolar

A queda no desempenho escolar é um sintoma muito comum em crianças com depressão. Os pais podem ser chamados frequentemente na escola devido a queixas de brigas ou falta de participação da criança nas aulas. Além disso, a criança pode ficar desatenta e apresentar notas mais baixas.

Cansaço

Brincar e explorar novas curiosidades são algumas das atividades favoritas das crianças. Mesmo as crianças mais quietas costumam ser curiosas e buscam sempre estar aprendendo algo novo, entre as quais: ler, estudar, jogar bola, correr no parque ou inventar alguma brincadeira nova.

Os pais e professores devem ficar atentos quando notam uma diferença na disposição da criança. Quando ela deixa de brincar com os colegas, evita interagir ou até mesmo aparenta estar mais “parada”, é importante ficar atento. O desinteresse frequente não é normal.

Alguns outros sintomas que podem surgir na depressão infantil são:

  • Sentimentos de culpa;
  • Choro excessivo;
  • Hipo ou hiperatividade;
  • Medos excessivos;
  • Sentimento de falta de valor ou inutilidade.

Depressão infantil: saiba como ajudar

Há várias formas de ajudar uma criança com depressão. Primeiramente, é fundamental que os pais estabeleçam um estilo de vida saudável para a criança, incluindo assim, uma rotina com horários fixos para as atividades escolares e também para brincadeiras e lazer.

Também é importante estimular uma comunicação frequente com a criança, estando sempre por dentro da sua rotina escolar e convívio social. Além de estar ciente do que se passa na vida da criança, é uma forma de demonstrar interesse e apoio.

Demonstrar carinho, afeto e acolhimento são essenciais em qualquer etapa da vida, principalmente na infância. Sobretudo é importante valorizar as pequenas conquistas da criança e não a condenar de forma agressiva quando ela comete algum erro. A empatia e a escuta são os melhores caminhos.

Tratamento

Ter um diagnóstico correto, é fundamental para que o tratamento para a depressão infantil seja iniciado o quanto antes. Assim que os pais ou pessoas próximas notaram mudanças no comportamento da criança, é importante levá-la até um psicólogo. Este profissional irá auxiliar com o tratamento mais adequado.

O tratamento normalmente envolve consultas semanais ou quinzenais com o profissional. Através da psicoterapia infantil é possível tratar a saúde mental das crianças e ajudá-las a entender como funcionam as suas emoções e sentimentos.

Na terapia infantil, normalmente são feitas brincadeiras lúdicas com o uso de brinquedos, jogos de tabuleiro ou desenhos.

Quer saber mais sobre como funciona a psicoterapia infantil? Confira também – Psicoterapia infantil: como funciona e quando é recomendado?

Dessa forma, é essencial estar sempre muito atento aos hábitos e mudanças de comportamento da criança. Se notar vários dos sinais citados acima ou perceber que a criança anda mais cabisbaixa que o normal, não hesite em buscar ajuda. Cuide da saúde mental da criança e marque uma consulta com um psicólogo.

Conte com a Salute Care

Há mais de 9 anos, a Clínica Salute Care é composta por uma equipe multidisciplinar, qualificada e especializada para realizar abordagens clínicas, diagnósticos e tratamentos de forma integral e humanizada, prezando o conforto e bem-estar dos pacientes.

Contamos com uma equipe de profissionais especializados e prontos para te oferecer um tratamento de psicoterapia qualificado.

Esperamos você, entre em contato pelos números: (11) 4762-1190 |  (11) 4312-0290 ou pelo WhatsApp: (11) 95328-0551 | (11) 97508-1855 e agende sua consulta! Se preferir, clique aqui e agende pelo nosso site.


Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Há 10 anos no mercado, tratamos nossos pacientes de forma humanizada e acolhedora, com o comprometimento de elevar sua qualidade de vida.

Trabalhe Conosco

Política de Privacidade e Proteção de Dados

Política de Cookies

Encarregado Pelo Tratamento de Dados Pessoais

Responsável Técnica: Ana Beatriz de Almeida Cezar CRP06/69978

AVISO: Este site tem caráter meramente informativo e não substitui as orientações fornecidas pelo seu médico.

Endereços e contatos

Psicologia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psiquiatria e Acupuntura
Rua Salvador Marins, 71
Vila Vitória CEP:08730-190
Mogi das Cruzes/SP

Fisioterapia e RPG
Rua Engenheiro Eugênio Motta, 60 – Centro CEP: 08730-120 Mogi das Cruzes/SP

Telefone: (11) 4762-1190 / (11)4312-0290

WhatsApp: (11) 95328-0551 / (11) 97508-1855

E-mail: [email protected]

Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido pela KOS - Marketing em Saúde

Open chat